APM promove debate de casos clínicos de psicologia médica - 04/05/16

Olá Pessoal!!

Não é de hoje que pesquisas mostram e a própria recuperação de pacientes comprovam que o estado "interior" interfere no tratamento de uma doença seja ela qual for! Aquele que se entrega a doença acaba definhando mais rápido daquele que mantém a cabeça e corpo "felizes" e respondem e em alguns se curam da própria doença!

É isso que o blog quer passar que o nosso "IN" é importante para EXteriorizar o bem-estar!

Por isso, no dia 4 de maio, a partir das 20h30, a Associação Paulista de Medicina recebe “Discussão de Casos Clínicos”, organizado pelo dr. Rubens Bergel, presidente do Comitê Científico de Psicologia Médica. O encontro estará pautado sobre a importância da qualidade na relação médico-paciente para o bom andamento dos tratamentos.





“O médico pode se deparar com um caso em que uma situação emocional perturba a boa resposta ao tratamento, e por vezes não localiza a causa que impede a evolução adequada do quadro, no campo exclusivamente orgânico. Esta é uma condição bastante comum e por isso é preciso explorar este universo das relações que permeiam a evolução terapêutica”, explica dr. Rubens.

Segundo o especialista, esta discussão é fundamental, especialmente se o médico sente dificuldade em tratar um paciente que não apresenta resposta favorável. “Esperamos que o profissional possa enxergar, por meio dessa abordagem, os bloqueios emocionais que podem interferir para aquele caso ou outros casos que ele atenda e tenha essa visão global para um melhor prognóstico. O autoconhecimento do profissional é condição necessária sob esta perspectiva”, conclui.


Discussão de Casos Clínicos - Psicologia Médica
Data: 04 de maio de 2016
Horário: 20h30 às 22h
Local: Associação Paulista de Medicina
Endereço: Av. Brigadeiro Luís Antônio, 278 – São Paulo – SP
Informações/Inscrições: (11) 3188-4281 - inscricoes@apm.org.br



Beijos IN! Cuidando do nosso IN para EXteriorizar o bem-estar!! Ótima semana a Todos!







Fonte: Acontece Notícias