A história do Perfume - Você sabe a diferença?!

Oi Genteee!!!

Até hoje me perguntam qual a diferença entre "Eau de Toilette" (água de toalete) , "Eau de Parfum" (água perfumada) ou "Parfum" (perfume)...?! Todos estes termos são em francês.

Bom, antes de comentar sobre essa questão, vou colocar o histórico sobre a origem do perfume:


História e evolução
A História o que se sabe a respeito é que ela nasceu por volta do ano 176 A.C. no Oriente, mais especificamente no Egito, para homenagear os deuses queimavam os incensos e resinas e esta fumaça que subia aos céus era considerada por eles Sagrada. Acreditavam que seus pedidos e orações chegariam mais rápido à morada dos deuses se viajassem nas densas nuvens de fumaça aromáticas.
Os Egípcios tinham por costume instalarem laboratórios dentro dos templos destinados a fabricação de perfumes. Foi encontrada no laboratório do templo “Horus”. A receita de velas aromáticas que os sacerdotes acendiam na primeira manhã aos deuses e em homenagem a HATOR- deusa do amor. Encontrada no templo de EDFU.
Seu formato e finalidade eram bem diferentes dos que conhecemos hoje. Na verdade “perfumar” era uma prática medicinal pela queima de ervas, madeiras e raízes que segundo a crença dos povos antigos , tinham efeitos terapêuticos que traziam bem estar ao enfermo. Este costume era difundido na China, Pérsia, e índia, e aos poucos foi se espalhando em outros continentes.
Primeira Versão do uso de perfumes a base de álcool: 
Na França no ano de 1390 e foi criado para atender a Rainha Elizabeht da Hungria.
“Água de Colônia”:
 foi criada no século XVIII na França em homenagem a cidade de COLOGNE, e era uma mistura de óleos de frutas cítricas e álcool.

O Significado perfume é uma palavra originada do Latin “Perfumuun” que significa “através da fumaça”
Pré-história:
 Queimando madeiras e resinas, os homens das cavernas melhoravam o gosto dos alimentos. Extraíam os óleos sob pressão, utilizavam pedras para prensar os vegetais.
Egito Antigo:
 os egípcios honravam seus deuses “ enfumaçando os ambientes e produzindo óleos perfumados para os ritos religiosos”.
Grécia Antiga: 
os gregos trouxeram novas Fragrâncias de suas expedições e usavam perfumes que tivessem características medicinais.
Império Islâmico: 
a partir da invenção do alambique foi possível destilar matérias-primas, uma contribuição fundamental para a evolução da Perfumaria.
Século XII: 
Os Cristãos usam Fragrâncias para higiene pessoal para prevenir doenças.
Século XVI: 
A Moda são as luvas perfumadas, usada pelos nobres da corte européia.
Há fusão de duas profissões: 
a de curtir o couro e a de perfumista.
Idade Média: 
perfume era muito usado nos ambientes de banhos públicos.
Século XVII:
 Época do Auge das Fragrâncias “ ANIMATICAS”, o musk extraído dos testículos de um tipo de veado do Himalaia e o Civette eram perfumes intensos.
Renascimento:
 A moda é perfumes Doces, Florais e Frutais.
Século XVIII: 
Os perfumes são Reconhecidos pela sua Sensualidade, através da proliferação de novas fragrâncias e frascos (embalagem do perfume). Os cristãos passam a perfumar as cinzas na Quarta–Feira de cinzas.
Século XIX: 
O progresso da Química permite reprodução artificial de fragrâncias encontrados na natureza. Nascem as matérias primas sintéticas. A cidade de Grasse, na França, se transforma na capital mundial da perfumaria.O perfume Chanel é o primeiro perfume a utilizar de matérias sintéticas, na época uma inovação na perfumaria!
Século XX: 
Nos dias de hoje, a perfumaria já é acessível a todos e não mais um privilégio da nobre burguesia. O perfume continua sendo o sinônimo de encanto e sedução.



As Fases da Fragrância

Toda fragrância é composta de três fases :
Pirâmide Olfativa
História do Perfume
1) Nota de cabeça ou saída: são as primeiras sensações que temos ao passar a fragrância, são extremamente voláteis e via de regra muito leve. São essências a base de Limão, Laranja Bergamota, lavanda, pinho, eucalipto e folha de chá por exemplo. Quando a fragrância é refrescante, suas notas são quase todas voláteis, daí porque seus aromas duram menos tempo.
2) Nota de coração ou de corpo:
 É uma alma, a personalidade da fragrância. Normalmente são fortes e fixam por um tempo maior do que as notas de cabeça.
São utilizadas essências menos voláteis e mais pesadas dentre elas:
 O tomilho, o cravo, aldeídos, cominho, pimenta rosa e outras especiarias por exemplo. 
3) Notas de fundo ou fixação:
 São as notas que aderem à pele e a que fica por mais tempo. É o responsável pela fixação da fragrância na pele. Como fixadores são usados resinas e extratos amadeirados e de origem animal, como Musk, o castor, Almíscar e o Civette por exemplo.





Em suma toda fragrância tem 3 fases (notas de cabeça, coração e fundo). A história de como surgiu e sua evolução mas qual a diferença mesmo?!!

Vamos lá, a diferença é a quantidade existente e distribuída de óleos essenciais, água e álcool em cada tipo de fragrância: Eau de Cologne a concentração de óleos é entre 3 à 6% mais ou menos, mais quantidade água e álcool; Eau de Toilette a concentração de óleos é entre 10 à 15% mais ou menos, menos quantidade de água e álcool; Eau de Parfum a concentração de óleos é entre 18 à 20% mais ou menos, menos quantidade de água e álcool; Parfum ou Extrato tem a maior concentração de óleos que são entre 20 à 40% mais ou menos, e quase nada de água e álcool.

Aqui no Brasil, o mais consumido é Eau de Toilette e Eau de Parfum, que dependendo da ocasião e estado de espírito poderá ser usado de dia ou noite! Mas, isso é pauta para uma outra matéria...! rsrsrs

Como vocês vêem, o assunto é tão abrangente e mais complexo do que se imagina, pois cada fragrância e embalagem desenvolvida por um perfumista/criador de fragrâncias e frascos da época tem uma história, tudo tem um porque de existir e a criação do nome da Fragrância...!



Espero que tenham gostado, porque isso só foi um pouco da história mas só queria passar a diferença dos tipos de fragrâncias!

Um beijo IN, colorido e agora perfumado! rsrs

Fonte: Patricia Silveira (ex-treinadora de Guerlain cosméticos no Brasil, grupo LVMH (maior conglomerado de luxo do mundo) e atualmente trabalha com assessoria de eventos, deixarei o blog dela aqui: patriciasilveiraeventos.blogspot.com.brwww.guerlain.comwww.lvmh.com).